sexta-feira, 25 de dezembro de 2009

- Meu presente de Natal.


Potential Christmas Card 2
Upload feito originalmente por JY:)

I don't want a lot for Christmas.
There's just ONE thing I need.
I don't care about the presents underneath the Christmas tree.
I just want YOU for my own, more than you could ever know...
Make my wish come true.
All I want for Christmas is YOU! ♥

-1234567.

terça-feira, 22 de dezembro de 2009

- smile :D


LOVE
Upload feito originalmente por Little Nora

You´re better then the best
I´m lucky just to linger in your light
Cooler then the flip side of my pillow that´s right
Completely unaware
Nothing can compare to where you send me
Lets me know that it´s ok yeah it´s ok
And the moments where my good times start to fade

You make me smile like the sun
Fall out of bed sing like a bird
Dizzy in my head spin like a record
Crazy on a Sunday night
You make me dance like a fool
Forget how to breathe
Shine like gold buzz like a bee
Just the thought of you can drive me wild
Ohh you make me smile

Even when you´re gone
Somehow you come along
Just like a flower poking through the sidewalk crack and just like that
You steal away the rain and just like that

You make me smile like the sun
Fall out of bed sing like bird
Dizzy in my head spin like a record
Crazy on a Sunday night
You make me dance like a fool
Forget how to breathe
Shine like gold buzz like a bee
Just the thought of you can drive me wild
Ohh you make me smile

Don´t know how I lived without you
Cuz everytime that I get around you
I see the best of me inside your eyes
You make me smile
You make me dance like a fool
Forget how to breathe
Shine like gold buzz like a bee
Just the thought of you can drive me wild

You make me smile like the sun
Fall out of bed sing like bird
Dizzy in my head spin like a record
Crazy on a Sunday night
You make me dance like a fool
Forget how to breathe
Shine like gold buzz like a bee
Just the thought of you can drive me wild
Ohh you make me smile
Ohh you make me smile
Ohh you make me smile

(Uncle Kracker)


*è come lo sei per me.

sábado, 19 de dezembro de 2009

- quando eu te encontrar;


Heart Hug
Upload feito originalmente por
Moranga

Eu já sei o que meus olhos vão querer quando eu te encontrar, impedidos de te ver vão querer chorar. Um riso incontido perdido em algum lugar. Felicidade que transborda, parece não querer parar. Não quer parar, não vai parar!


Eu já sei o que meus lábios vão querer quando eu te encontrar, molhados de prazer vão querer beijar. E o que na vida não se cansa de apresentar por ser lugar comum, deixamos de extravazar, de demonstrar.


Eu já sei o que meus braços vão querer quando eu te encontrar, na forma de um "C" vão te abraçar. Um abraço apertado pra você não escapar. Se você foge me faz crer que o mundo pode acabar, vai acabar.


Nunca me disseram o que devo fazer. Quando a saudade acorda a beleza que faz sofrer. Nunca me disseram como devo proceder. Chorar, beijar, te abraçar, é isso que quero fazer. É isso que quero dizer!

(Biquini Cavadão)

segunda-feira, 7 de dezembro de 2009

A temporary goodbye


A temporary goodbye
Upload feito originalmente por imago2007 (on & off, mostly off)

There's never a right time to say goodbye, but I gotta make the first move 'cause if I don't you gonna start hating me 'cause I really don't feel the way I once felt about you.
It's not you, it's me. I kinda gotta figure out what I need.
There's never a right time to say goodbye but we know that we gotta go our separate ways and I know it's hard but I gotta do it, and it's killing me.
'Cause there's never a right time to say goodbye...

(Say Goodbye - Chris Brown)

Because you and me come at this differently


Because you and me come at this differently
Upload feito originalmente por gchic

If I could find you now, things would get better.
We could leave this town and run forever.

"Cosa dirti? Che ti amo, che ti aspetterò qualche giorno nella stazione degli autobus, nell aeroporto, che ti credo, che riesci a emozionarzi qui dentro? È cosi poco.
Non preoccuparti. Quello che succede è sempre naturale - se dobbiamo incontrarci, qui o in China, ci incontreremo.
Ti penso, in speciale come la mia possibilità di pace (...).
E ti aspetto. E ti voglio bene tutti i giorni. E mi piaci. Molto.!
(Caio F. Abreu)

domingo, 6 de dezembro de 2009

Running.


Running.
Upload feito originalmente por julianemc

Non so cora dire... ogni volta che dico o faccio qualcosa, faccio soffrire una persona. Comunque l'amore fa soffrire, o quando si lascia qualcuno e quando si è lasciato. Allora nell'amore prendere una decisione è una cosa cattiva. Se vai avanti, continui a ferirsi. Se dici basta, fai l'altro soffrire. E cosa si deve fare?
Purtroppo non posso decidere per il mio cuore... Soltando faccio quello che me lo dice. C'è una cosa che mi manca tantissimo: è sentire sparare il mio cuore... farmi impazzire con uno sguardo. (SOSPIRI)
E mi fa piacere sapere che adesso mancano 26 giorni.
Un viaggio mi farà bene... infatti, mi farà molto molto bene!

...E che l’amore sia immortale mentre durare!



p.s.: ti voglio tanto bene... lo sai vero?

terça-feira, 1 de dezembro de 2009

...non si comanda al cuore.


(L)
Upload feito originalmente por julianemc

non capisco... come ho lasciato questo sentimento andare avanti!?
troppo tardi per i pentimenti. tu mi piaci davvero.
anche se mi sento scema perché un piccolo pensiero mi fa male...
perche mi piaci così tanto?
come mai?
non voglio perderti... mai! lo sai, vero?

domingo, 18 de outubro de 2009

- per farti sapere...

Voglio che tu sappia una cosa: qualunche cosa succeda io ci sarò. Vicino, lotano... Io ci sarò. Tra un mese, tra due anni... Io ci sarò. SEMPRE!

Il mio pensiero vola verso te per raggiungere le immagini scolpite ormai nella coscienza come indelebili emozioni che non posso più scordare. E il pensiero andrà a cercare tutte le volte che ti sentirò distante, tutte le volte che ti vorrei parlare per dirti ancora che SEI SOLO TU LA COSA CHE PER ME È IMPORTANTE.

- é um desabafo. ;/

quinta-feira, 17 de setembro de 2009

- o.O

..sabe, eu me perguntava até que ponto você era aquilo que eu via em você ou apenas aquilo que eu queria ver em você, eu queria saber até que ponto você não era apenas uma projeção daquilo que eu sentia, e se era assim, até quando eu conseguiria ver em você todas as coisas que me fascinavam e que no fundo, sempre no fundo, talvez nem fossem suas, mas minhas, e pensava que amar era só conseguir ver, e desamar era não mais conseguir ver, entende? dolorido-dolorido, estou repetindo devagar para que você possa compreender melhor.
(Caio Fernando Abreu)

segunda-feira, 10 de agosto de 2009

- should i stay?

onde será que eu tô errando? por que tem gente nem conversa comigo?
caralho de vida de merda.
nunca me senti tão deslocada...

domingo, 2 de agosto de 2009

- too much time to wast;

definitivamente eu não vejo a hora de voltar pra minha rotina.
aquela rotina que eu adoro... acordar 5e30, ir pra faculdade, (...).
odeio ficar a toa... odeio desperdiçar tanto tempo. e dizem que tempo é dinheiro. (há)
o tédio pra mim é o fim. é MORTALMENTE deprimente.
quero chegar no fim do dia cansada... EXAUSTA! assim, os dias passarão mais rápidos.
consequentemente, o final do ano chega mais rápido e com ele, quem sabe uma parte do meu sonho. assim, o ano que vem chega mais rápido e passa mais rápido, chegando a hora de fazer o que eu tanto quero, aquilo que tanto espero.
(suspiros)
é.... o mundo é tão pequeno afinal.
ciao ciao!

sábado, 1 de agosto de 2009

- dance with me into the colors of the dusk;

Dance with me into the colors of the dusk.

when your whole world is shaken from all the risks we have taken...
dance with me, dance with me into the colors of the dusk
.

when you have awoken from all the dreams broken...
come and dance with me, dance with me into the colors of the dusk.
dance with me in the colors of the dusk.

the paths we're walking on, they crumble behind us but if we leave now, they will never find us and if this crazy world spins itself down to dust, i want to be with you in the colors.

when you again start hoping with your arms wide open,
come on, dance with me, dance with me into the colors of the dusk.
and all will be right, dancing like water with the light....
dance with me, won't you dance with me into the colors of the dusk?
(ben harper)

E eu viajo... me transporto... SONHO.

segunda-feira, 29 de junho de 2009

- mi manca da spezzare il fiato;

realmente, isso faz MUITA falta.
e principalmente me dói pensar nisso.
quem dera que esta distância fosse só abstrata...

you and i? ;x

domingo, 29 de março de 2009

- enfim, nós;

eu não suporto a idéia de viver a minha vida sem nunca me arriscar.
qual seria a graça? e afinal, de que é que se tem certeza ensta vida?
uma droga. isso me afetou de um jeito que me deixou totalmente desanimada: com TUDO.sabe, geralmente quando você não está satisfeito com alguma coisa, você tenta mudar, certo?
pelo menos deveria ter VONTADE de tentar.


e eu acho que eu só quero dormir para sonhar. ou fazer coisas como ir à shows, teatros, cinemas ler livros, pra eu simplesmente não ter que pensar nestas coisas. pelo menos, fazendo isso, eu perco algumas horas do meu dia vivendo uma outra vida, ou ao menos, não pensando na minha.


ontem eu aproveitei melhor umas horas do meu dia no teatro, vendo a peça Enfim, nós, com o Bruno Mazzeo e a Fernanda Souza. e o que tenho a dizer? que foi muitissimo engraçado, que eles são ótimos e que eu me diverti muito. definitivamente, homem é tudo igual! haha!
concordo com o que falaram na peça, que as pessoas só deveriam se casar depois de ficarem presas no banheiro com seus futuros companheiros, para se conhecerem melhor.

sábado, 21 de março de 2009

- why don't you shut up?

There you go, you're always so right.
It's all a big show, it's all about you!

You think you know what everyone needs.
You always take time to criticize me.

It seems like everyday I make mistakes, I just can't get it right.
It's like I'm the one you love to hate, BUT NOT TODAY!!!

So Shut up, shut up, shut up, don't wanna hear it!
Get out, get out, get out, get out of my way!!

Step up, step up, step up, you'll never stop me!!
Nothing you say today is gonna bring me down!!!

There you go, you never ask why.
It's all a big lie, whatever you do.

You think you're special, but I know and I know
and I know and we know that you're not!

You're always there to point out my mistakes and shove them in my face.
It's like I'm the one you love to hate, BUT NOT TODAY!!

- realmente... um dia veremos o que é insegurança e o que é estresse.
e ninguém nunca dá valor no que se tem, até perder....
tem gente que deveria agradecer a liberdade que tem porque caso fosse o contrário, não teria concedido um mínimo de liberdade. e sabe por quê? porque no primeiro obstáculo não teria nem concedido o direito de defesa.

- e amanhã, quero me acabar de cantar no show.

terça-feira, 17 de março de 2009

- Ei amor;

Hey LOVE.

Ei amor,
olhando todas as coisas que eu vivi, nunca pensei que acharia alguém para compartilhar os sonhos que eu tinha escondidos dentro de mim.
Dei uma chance pra vida, não tinha nada pra perder.
Se você nunca amar, nunca sentirá LIVRE. E eu espero sempre estar com você.

Ei amor,
pensando em todas as coisas que nós já fizemos, nós observamos as ondas inundarem o sol, nós compartilhamos os sonhos que tínhamos e os tornamos realidade.
Nós encontramos um modo de superar o teste do tempo. Todas as nossas dúvidas deixamos para traz.
Se você nunca amar, nunca se sentirá LIVRE. E eu espero sempre estar com você.

E estou gritando:
Ei amor, você não vai deixar sua marca neste coração partido?
E eu não consigo respirar quando você não esta aqui.
Ei amor, você não vai me elevar nestas asas que voam alto e acima das estrelas?

E se a escuridão deveria cair sobre nossos corações:
Lembre-se dos nossos sonhos no começo.

Ei amor,
eu não consigo respirar quando você não esta aqui...
(12 Stones)

- uma palavra bem específica para explicar meu humor de hoje: ANESTESIADA.

E lembre-se: um dia você vai precisar de alguem que te ESCUTE, que dê atenção ao que você quer falar. E infelizmente, você não pode 'ter' alguém somente nos dias de alegria. Neste caso baby, é TUDO ou NADA. O meio termo nao se encaixa aqui. ...É nestas horas que a gente vê quem realmente é COMPANHEIRO. Ah, considere por um instante que outras pessoas possam ter razão também. (Que ódio....!)

quarta-feira, 11 de março de 2009

- running;

Futuro...

Run, running all the time.
Running to the future with you right by my side.

Me, I'm the one you chose.
Out of all the people, you wanted me the most.

And I'm so sorry that I've fallen.
Help me up, let's keep on running.
Don't let me fall out of love.

Running, running as fast as we can.
I really hope we make it. Do you think we'll make it?
We're running, keep holding my hand so we don't get separated.

Be the one I need.
Be the one I trust most.
Don't stop inspiring me.

Sometimes it's hard to keep on running.
We work so much to keep it going.
Don't make me want to give up.
(No Doubt)


- mas por que ás vezes parece que eu estou correndo sozinha?
isso dar certo ou não, não depende exclusivamente de mim.
50% para cada, certo? let's make it... ok?

terça-feira, 10 de março de 2009

- breaking dawn;

(...)
Edward e eu caminhamos vagarosamente para o nosso quarto. Balançando nossos braços balançando entre nós.
- Uma noite para celebrar. - Ele murmurou e colocou sua mão embaixo do meu queixo para erguer meus lábios aos dele.
- Espere. - Eu hesitei e me afastei.
Ele me olhou confuso. Como uma regra geral, eu nunca me afastava. Certo, essa não era uma regra geral, era a primeira.
- Eu quero tentar uma coisa. - Eu o informei, sorrindo levemente de sua expressão confusa. Eu coloquei minhas mãos em ambos os lados de sua cabeça e fechei meus olhos em concentração. (...) Eu entendi a parte que lutava contra a separação de mim mesma, o instinto automático de me proteger acima de tudo. Ainda não chegava nem perto de fácil quanto proteger outras pessoas junto comigo. Eu senti o retrocesso ‘elástico’ de novo quando meu escudo lutou para me proteger. Eu tive que me esforçar para empurrá-lo para longe de mim; isso tirou toda minha concentração.
- Bella!! - Edward sussurrou chocado.
Então eu soube que realmente estava funcionando, então eu me concentrei ainda mais, escavando as memórias especificas que eu guardei para este momento, deixando-as invadirem minha mente, e esperando que elas invadissem a mente dele também. Algumas das memórias não estavam claras - memórias turvas de humana, vendo através de olhos fracos, e ouvindo através de ouvidos fracos: a primeira vez que eu vi seu rosto… o modo como eu me senti quando ele me abraçou na clareira… o som da voz dele em meio à escuridão da minha vacilante consciência quando ele me salvou de James… seu rosto enquanto ele esperava sob um teto de flores para se casar comigo… cada momento precioso na ilha… suas mãos frias tocando nossos bebê pela minha pele. E as memórias mais claras, perfeitamente recordadas: seu rosto quando eu acordava para minha nova vida, para o amanhecer sem fim da imortalidade… aquele primeiro beijo… aquela primeira noite…
Seus lábios, de repente, se colaram contra os meus, quebrando minha concentração.
Arfando eu soltei o peso que eu me esforçava para segurar longe de mim. Ele estalou de volta como elástico esticado, protegendo minha mente novamente.
- Ops, perdi! - Eu suspirei.
- Eu ouvi você! - Ele respirou - Como? Como você fez isso?
- Foi idéia de Zafrina. Nós praticamos desse jeito algumas vezes.
Ele estava deslumbrado. Ele piscou duas vezes e chacoalhou a cabeça.
- Agora você sabe - Eu disse suavemente e encolhi os ombros. - Ninguém nunca te amou tanto quanto eu te amo.
(...)
- Você pode fazer isso de novo? - Ele perguntou.
Eu fiz uma careta. - É muito difícil.
Ele esperou, sua expressão ansiosa.
- Eu não consigo continuar se for mesmo que um pouquinho distraída. - Eu o avisei.
- Eu serei bonzinho. - Ele prometeu.
Eu franzi meus lábios, meus olhos se estreitando. Então eu sorri.
Eu pressionei minhas mãos em seu rosto de novo, levantei o peso do escudo para fora da minha cabeça, e recomecei de onde eu tinha parado - com a memória clara como cristal da primeira noite de minha nova vida… demorando mais nos detalhes.
Eu ri sem fôlego quando seu beijo urgente interrompeu meus esforços novamente.
- Droga! - Ele rosnou, me beijando faminto descendo pela minha mandíbula.
- Eternamente, eternamente e eternamente! - Ele murmurou.
- Isso soa perfeitamente certo para mim.
E então nós continuamos felizes nesse pequeno, mas perfeito pedaço do nosso para sempre.
(Amanhecer - Stephenie Meyer)



- é... eu realmente sou a Alice no País das Maravilhas.

domingo, 8 de março de 2009

Entre anjos e insetos;

Juliane.

I just want to be heard, loud and clear are my words.
Comin' from within man, tell 'em what you heard.
It's about a revolution in your heart, and in your mind.
It's too bad the world is based on greed.
Step back and see.
Stop thinking about yourself.
Start thinking about...

Possessions they are never gonna fill the void.
Take it away and learn the best lesson: the heart, the soul, the life, the passion.
(Papa Roach)

--
E eu sinto como se eu estivesse lutando sozinha.
Lutando sozinha por um interesse comum.
Isso acontece quando o diálogo é na verdade um 'monólogo': neste caso, eu falando sozinha.
Talvez eu devesse não fazer mais questão de discutir com menos favorecidos intelectualmente.
--

— Eu queria propor-lhe uma troca de idéias...
— Deus me livre!
(Mário Quintana)

sexta-feira, 13 de fevereiro de 2009

- 2009.

- Similar Realidade

Um tempo atrás fui à Siciliano comprar uns livros e a vendedora tentou me empurrar um livro chamado Crepúsculo, mas naquele momento, tinha outras prioridades literárias.
Agora, como o tempo me sobra, tanto sobra que me sinto mortalmente entediada, resolvi comprar o Crepúsculo. Na realidade, naquela época eu nem sabia qual era a história, depois que me contaram que era sobre vampiros e tal, eu me senti um pouco mais interessada. Meu lado sombrio sempre foi atraído por vampiros sedutores, no estilo típico de Lestat.
Bem, a autora realmente é MUITO boa. Li ele em 2 dias, logo comprei o Lua Nova, que li em mais 2 dias... E que por sinal chorei horrores. Acho que muitas pessoas que já foram “ deixadas” se sentem familiarizadas com as palavras que traduzem tal sentimento no livro. Aí, comprei o Eclipse e, para variar, 2 dias me ocupei dele. Agora tento me ocupar em ler o Amanhecer no computador...
Geralmente, os livros que me prendem, são os que têm alguma familiaridade comigo, minha vida, meu presente ou mesmo meu passado. Este não foi diferente.
Uma realidade inversa do livro. A Bella fica com o Lobisomem. O Vampiro é aquele que mexe com ela simplesmente pelo olhar. Ele é inteligente, racional, calmo e sombrio, no entanto, extremamente sedutor e intimidador. O Lobisomem é aquele quente, impulsivo, inconseqüente, explosivo e divertido, no entanto, extremamente apaixonante. Complicado, né?
Lobisomem e Vampiro. São dois extremos. Quente, frio. Irracional, racional. Dúvida, certeza. Paixão, amor.
Hoje, eu entendo perfeitamente quando alguém me diz que não é o tempo que marca, e sim a intensidade do sentimento. Bem nostálgico. E ninguém mesmo por curar “os buracos do meu coração”. Nem preciso. Não doem mais. Ou melhor, como diz a Bella, dói, mas quando alguém mexe neles. Este livro contribuiu para o serviço.

“(...) Não parecia que a dor tivesse diminuído com o tempo; na verdade, eu é que ficara forte o bastante para suportá-la.”¹

“O amor pode dar às pessoas o poder de despedaçar você.”¹


Na maioria das vezes as pessoas acham que o FIM, seja de um namoro, de um casamento ou de uma amizade, é sempre mais traumático, é sempre o que deixa marcas. Mas nem sempre é. Talvez, um abandono, um sumiço inexplicável, uma ausência sempre presente deixa marcas mais profundas. Cria estes “buracos” que, putz, doem! Doem tanto pela falta, como pela incapacidade que a pessoa sente, como também pela incerteza deixada. Quando um relacionamento chega ao fim, a pessoa sabe que tentou e que não deu. Mas, e quando ele não chega ao fim? Mesmo porque ele nem teve um meio ou um fim. Pior. Ele não havia tido nem um início.
É quase exatamente como é descrito no Lua Nova. A gente vira um zumbi. Uma pessoa que existe no mundo, embora não exatamente “viva”. Isso é... um estado deplorável.
Pode ser que, se a pessoa causadora do “buraco” souber exatamente a dor causada, se sinta igualmente ao Edward. Seria tarde demais?
Não somos vampiros. Não temos a eternidade para tapar os buracos. Temos um simples e curto espaço de tempo em que chamamos de vida e que fazemos o possível para que seja menos “esburacada”.
Exatamente neste momento ecoa nos meus pensamentos uma música, sempre que escrevo, meu cérebro ajeita uma trilha sonora adequada. Para se adequar mais, uma em italiano. Um vampiro entenderia. Entenderia a música Così importante da Laura Pausini².

“(...) E você prometeu nunca me esquecer, lembra-te disto?(...)”

Acho que o tempo livre me faz pensar demais. Pensar, talvez, em coisas que não vem ao caso. Não mais. Engraçado como qualquer pessoa que lesse isto, me conhecendo, tiraria conclusões sobre os “seres místicos” da conversa. Mas nem tente fazer isso. Como diz o grande Gabriel Garcia Marquez: um coração tem mais quartos do que uma puta.

- Limites.

Falando em conclusões superficiais, incrível como cidades pequenas são LIMITADAS. Pior, me incluem nesta vidinha limitada que levam. Agradeço todo santo dia por meu pai ter me tirado daqui, há 12 anos. As pessoas passam tempo demais concentrando suas energias em desejar coisas negativas aos outros, ao invés de tentar usar esta energia como tentativa de melhorar a medíocre vidinha que leva.
E por favor, a minha TIA não é prefeita, não pra mim. Então ela será sempre minha tia. Se quiser reclamar da cidade, por favor, fale com ela. Porque se depender de mim, bom, vou pedir pra ela dar um curso de Educação moral e cívica e um de Comportamento. Quem sabe assim as pessoas não param de se intrometer no que não diz respeito à eles e mais, aprendem que o carro tem seta para se usar, e não pra enfeitar; que existe calçada para se andar, rua é lugar de carro.
Podem me chamar de metida, podem dizer que Goiânia é roça(claro, para pessoas LIMITADAS, que não sabem geografia), podem dizer que o que quiser, mas de uma coisa eu tenho certeza, eu não sou este tipinho que todos dizem. Eu não me apego ao verbo TER e sim, ao verbo SENTIR. Então, eu não vou comprar uma calça da Carmim de 700,00 em 16vezes só pra eu ter uma calça da Carmim. Eu vou pegar estes 700,00 e gastar no Show da Alanis, ou em uma viagem que me agrada. Não sirvo pra agradar os olhos de pessoas limitadas. Quero é agradar os meus!
--
"(...) e de tudo fica um pouco.
oh abre os vidros de loção
e abafa o insuportável mau cheiro da memória."
--
¹-Lua Nova – Stephanie Meyer
²-Così importante: “Dia após dia sinto o tempo escapando entre as minhas mãos e eutentando perseguir os meus pensamentos e desejos destes anos, às vezes amargos e sem princípios.
Os recordarei como se tivesse sido só um sonho viver somente daqueles momentos e não te procurar mais.Mas não é tão importante, só um momento de forte nostalgia.
Deslizando nos olhares entre as pessoas, eu caminho indiferente pela rua.
Culpa de um verão, de um perfume de uma noite, de um momento que não esqueço.
Guiados da vontade de sentir repentinamente mais próximos, tão próximos que agora é muito tarde pra pensar em esquecer e depois renascer e não te procurar mais.
Mas não sei o que é importante, se é me entregar ou não me entregar à você.
Daquele rosto impresso na mente, não saberia mas penso sempre nisso, sabe e não tem nada que me faça esquecer a lembrança de você, com um olhar melancólico e sonhador.
Onde está, diga me agora onde você está?
Em um instante retorno ao meu presente e gostaria que você estivesse ainda aqui.
Você que é tão importante,pode sentir o meu desejo de você.
Nos teus olhos vejo água transparente, como um rio comovente dentro de mim.”