quarta-feira, 31 de março de 2010

pensando, uma vida não é suficiente.


;*
Upload feito originalmente por Juliane Colombo

Si viene e si va,
comunque ballando,
pensando:
una vita forse non basterà.
(Ligabue)

segunda-feira, 22 de março de 2010

- Brasil e Cuba... e nosso dinheiro que se vai.


Na quarta e possivelmente última visita que faz a Cuba como chefe de Estado, o presidente Luiz Inácio Lula da Silva quer dar um novo impulso às relações comerciais entre os dois países, como forma de minimizar os efeitos do embargo imposto pelos Estados Unidos à economia da ilha desde 1962.
Ao lado do presidente cubano, Raúl Castro, Lula visitou o porto de Mariel, a 50 quilômetros de Havana, que será totalmente modernizado com recursos principalmente do Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES), para que seja transformado no maior porto da América Central. *(para exportar o quê?). Os investimentos para a sua modernização, segundo a Odebrecht, empresa responsável pela obra, é da ordem de US$800 milhões. Desse total, US$433 milhões serão financiados pelo governo brasileiro e o restante será de contrapartida do governo cubano. A primeira parte desse empréstimo, de US$90 milhões, referentes à parcela de 2008, já foi liberada. Os cubanos, agora, aguardam a 1iberação da segunda parcela; que é relativa a 2009, de US$800 milhões. É o custo estimado da modernização do porto cubano de Mariel, a cargo da construtora Odebrecht. Antes disso, porém, o governo cubano abriu negociações com o Brasil para conseguir mais US$ 230 milhões, justificando que seriam revertidos em exportação de produtos e serviços. *(que produtos? Que serviços cubanos?). Os recursos, mais uma vez, seriam provenientes do BNDES, com juros subsidiados e carências longas. As verbas serão destinadas ainda à construção de rodovias, ferrovias e reabilitação e modernização das instalações portuárias. Serão construídos 18 quilômetros de estradas, 63 quilômetros de superestrutura para ferrovias e quase 13 quilômetros de vias ferroviárias. Está prevista ainda a dragagem do canal de entrada do porto e da bacia de manobras do futuro terminal, que terá capacidade de movimentação de 1 milhão de contêineres por ano. *(De onde? Para onde? O quê? Do quê?). (...).
O diretor da Agência Brasileira de Promoção e Exportações (Apex), Maurício Borges, estima que possam ser engatilhados negócios capazes de alcançar US$ 500 milhões neste encontro.
Lula já anunciou que quer, até 2012, que o governo de Cuba receba US$ 1,2 bilhão de créditos do governo brasileiro. * (Sim, com dinheiro de quem?) Do BNDES (Banco Nacional do Desenvolvimento Social, isto é, dinheiro da sociedade brasileira).
* E me diz: "E os nossos portos, ferrovias, rodovias federais, hospitais, saúde, escolas, os aposentados, a segurança etc? As empresas que estão quebrando com carga tributária de 38%, a agricultura abandonada e outras tantas necessidade e carência da sociedade brasileira. Temos a impressão que o Presidente Lula é inimigo do seu povo brasileiro.
Então só nos resta, lembrar as últimas palavra de Cristo na Cruz: “Pai, perdoa-lhes, porque não sabem o que fazem” (Lucas: Capítulo 23: Versículo 34).".

Fragmentos extraídos de: O ESTADO de S. PAULO. A11-25/02/2010. Por Tinia Monteiro
*grifos nossos
Por Leonildo Colombo - leo.col@radiolink.com.br
Pós-Graduação:
Direito Tributário; Educacional; Ambiental e Processual Civil.

quinta-feira, 18 de março de 2010

- what hurts the most... (is to hear this song);

( http://www.youtube.com/watch?v=ELkWIGOxPyk )

I can take the rain on the roof of this empty house, that don't bother me. I can take a few tears now and then and just let them out. I'm not afraid to cry, eery once in a while even though goin on with you gone still upsets me. There are days, eery now and again I pretend I'm okay but that's not what gets me.

What hurts the most, was being so close and having so much to say and watchin you walk away. Never knowing, what could have been. And not seein that lovin you i what I was tryin to do.

It's hard to deal with the pain of losing you everywhere I go, but I'm doin it. It's hard to force that smile when I see our old friends and I'm alone. Still harder gettin up, gettin dressed, livin with this regret, but I know if I could do it over, I would trade, give away all the words that I saved in my heart that I left unspoken.

What hurts the most, was being so close and having so much to say and watchin you walk away. Never knowing, what could have been. And not seein that lovin you i what I was tryin to do.

(Rascal Flatts)

- for me, what hurts the most is not having you here by my side. I miss you, you know.

sexta-feira, 12 de março de 2010

- still;


One lonely flower
Upload feito originalmente por Rachelle Best

I am the harm which you inflict.
I am your brilliance and frustration.
I'm the nuclear bombs if they're to hit.
I am your immaturity and your indignance.
I am your misfits and your praised.
I am your doubt and your conviction.
I am your charity and your rape.
I am your grasping and expectation.

I see you averting your glances.
I see you cheering on the war.
I see you ignoring your children,
And I love you still.

I am your joy and your regret.
I am your fury and your elation.
I am your yearning and your sweat.
I am your faithless and your religion.

I see you altering history.
I see you abusing the land.
I see you, your selective amnesia,
And I love you still.

I see you averting your glances.
I see you cheering on the war.
I see you ignoring your children,
And I love you still.

I see you altering history.
I see you abusing the land.
I see you, your selective amnesia,
I love you still.
And I love you still.

I am your tragedy and your fortune.
I am your crisis and delight.
I am your profits and your prophets.
I am your art, I am your vice.
I am your death and your decisions.
I am your passion and your plight.
I am your sickness and convalescence.
I am your weapons and your light.

I see you holding your grudges.
I see you gunning them down.
I see you silencing your sisters,
And I love you still.

I see you lie to your country.
I see you forcing them out.
I see you blaming each other,
And I love you still.

I see you.
(Alanis Morissette)



- and I see you wasting your life... :(

quinta-feira, 11 de março de 2010

- ogni notte;


Sera nera.
Upload feito originalmente por Juliane Colombo



non c'è rumore, soltanto il silenzio che mi fa compagnia.
e ogni notte è più difficile senza te.

terça-feira, 9 de março de 2010

- sobre vodka com red bull.


D'bou.
Upload feito originalmente por Juliane Colombo

"É melhor morrer de vodka, do que de tédio.".¹
(Paulo Leminski)

- e de preferência com red bull.

sobre hoje? nada a declarar, além da saudade de sempre.
então, vou dormir.

- * -

¹ "È meglio morire di vodka, piuttosto che morire di noia.". (Paulo Leminski)

domingo, 7 de março de 2010

- alimente-se;

Procure sentir amor. Imagine. Invente. Sonhe. Voe.
Se a realidade te alimenta com merda, meu irmão,
a mente pode te alimentar com flores.
(Caio Fernando Abreu)

Cerca di sentire l'amore. Immagina. Inventa. Sogna. Vola.
Se la realtà ti alimenta con merda, amico,
la mente può alimentarti con fiori.
(Caio Fernando Abreu)

sábado, 6 de março de 2010

- Que o teu afeto me afetou é fato;

Confesso,
sei la causa mia primaria
adesso in me di tutto il buono che c'è.







Você acha que o nosso amor pode fazer milagres?
Eu acho que o nosso amor pode fazer tudo aquilo que quisermos.
(Caio Fernando Abreu)

Secondo te, il nostro amore può fare miracoli?
Secondo me, il nostro amore può fare tutto quello che vogliamo noi.
(Caio Fernando Abreu)
- só uma palavra pra hoje:
SAUDADE. IMENSA SAUDADE!

sexta-feira, 5 de março de 2010

There are no extra pieces in the universe.


“There are no extra pieces in the universe. Everyone is here because he or she has a place to fill, and every piece must fit itself into the big jigsaw puzzle.”
Upload feito originalmente por miss_blackbutterfly

"E de repente me sentia protegido, você sabe como: a vida toda, esses pedacinhos desconexos, se armavam de outro jeito, fazendo sentido. ".
(Caio Fernando Abreu)

"All'improvviso mi sento protetto, lo sai: tutta la vita, questi pezzetini sconnessi, si montavano di una forma diversa, avendo un senso.".
(Caio Fernando Abreu)