domingo, 20 de fevereiro de 2011

- apenas ESCUTE;


quando eu lhe peço que me escute e você começa a me dar conselhos,
você não está atendendo ao que lhe pedi.

quando eu lhe peço que me escute e você me diz que “eu não devo me sentir assim”,
você não está entendendo o meu pedido.

quando eu lhe peço que me escute e você “sente que tem que fazer algo”,
você continua sem entender meus sentimentos.

escute, tudo o que lhe pedi foi para me escutar, não falar ou fazer nada.

quando você faz por mim uma coisa que eu posso e preciso fazer,
você contribui para o meu medo e fraqueza.

mas é muito bom quando você aceita o que eu sinto, mesmo que a todos pareça absurdo. “sentimentos absurdos” fazem sentido quando entendemos o que significam.

por isso, por favor, apenas me escute.
se você quiser falar, espere um pouco pela sua vez.
e eu escutarei você.

e a coisa mais "pra mim" que eu ouvi ontem na aula da saudade.
tenha sempre a escuta como princípio.

2 comentários:

Vanessa Souza Moraes disse...

Escutar é raro.

http://vemcaluisa.blogspot.com

Flávio Borges disse...

Vc realmente escutou, foi um prazer conhece-la. Bj