sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

- que eu não perca o equilibrio;


Que eu não perca o equilibrio, mesmo sabendo que inúmeras forças querem que eu caia.
E é maravilhoso ver que Tudo Que Sempre Quis é simples, belo, acessível, fácil, do bem. E precioso, exatamente porque pode ser fugaz.
(Caio Fernando Abreu)