segunda-feira, 14 de junho de 2010

- por todas as vezes;


I Heart Christmas Lights
Upload feito originalmente por roflute

Por todas as vezes que você me diz basta e nunca basta.
O fluxo das suas palavras não correspondem aos batimentos do coração.
Por todas as vezes que você me pede desculpa e não é mais uma desculpa.
Mas você encontra sempre um modo de me fazer parecer o símbolo do mal.
Por todas as vezes que é sua culpa ou talvez não seja. Mas a dúvida basta para me fazer recuperar aquela vontade de gritar.
Mas existe um momento no qual dispara alguma coisa fora e dentro de nós e todo o resto é pequeno como um alfinete imperceptível.
[...]
Por todas as vezes que um soco um uma parede nada faz porque essa dor é doce como o mel, comparado com o mal que nos fazemos.
E esse amor poderoso que defendemos com toda a força, mas quase nunca é suficiente.

Como se em um dia frio, em pleno inverno, nús, não tivessemos tanto frio porque nós cobertos pelo mar a fazer amor de todos
os modos, em todos os lugares, em todos os lagos, em todo o mundo.
O universo que perseguimos mas agora somos inalcançaveis.
(Valerio Scanu - Per tutte le volte)

Um comentário:

Carlos Augusto Matos disse...

Belissimos versos... Adorei...

Bjuxxxx