quinta-feira, 13 de março de 2008

unwritten;


Estou em branco, não se pode ler minha mente.
Sou indefinida.
Estou apenas começando, a caneta está na minha mão, o final não está planejado.
Olhando para uma página em branco, abra a janela suja, deixe o sol iluminar as palavras que você não pôde encontrar.
Buscando algo distante que parece tão perto que quase dá pra provar.

Libere suas inibições.
Sinta a chuva na sua pele!
Ninguém mais pode sentir isso por você.
Só você pode deixar isso acontecer.
Ninguém mais pode dizer as palavras por você.
Aprenda com o que não é dito.
Viva de braços abertos!!!
Hoje é o dia em que seu livro começa, o resto ainda não foi escrito.

Eu quebro a tradição, às vezes minhas tentativas ficam fora do possível.
Fomos condicionadosa não cometer erros, mas não consigo viver assim.
(...)


- um simples toque, um simples olhar e tudo pode mudar. ;x

Nenhum comentário: