quinta-feira, 17 de março de 2005

- mentiras;

mentira se eu disser que não penso mais em você.
mentira se eu disser que não espero um sinal seu.
um recado, uma carta, um telegrama qualquer.
mentira se eu disse que nem a sua falta eu sinto.
mas isso não importa. são apenas mentiras.



e falando em mentira, tem coisas que eu sei que vão se tornar mentiras exatamente pelo falo de existir uma palavra no meio... qualquer coisa que inclua essas palavras: sempre, nunca, daqui a pouco e prometo. tem outras, mas essas são as principais... depende de quem falar, talvez eu acredite! mas geralmente nãããão acredito mesmo!
nada é pra sempre, mesmo porque nem a gente vive pra sempre e pra sempre é uma coisa complexa demais pra se pensar...
nunca diga nunca. nunca exclui qualquer hipotese, o que é absurdo. o curso da vida é imprevisível(em partes).
daqui a pouco, já falei antes, no meu ponto de vista se resume em "vou esquecer".
prometo, ah, não promete não! não vai cumprir mesmo!

Nenhum comentário: