sexta-feira, 13 de novembro de 2015

- tudo tão estranho;


"Tão estranho carregar uma vida inteira no corpo e ninguém suspeitar dos traumas, das quedas, dos medos, dos choros." (C. F. Abreu). 

Não suspeitar e ainda deduzir que você é forte o suficiente e não precise jamais de ajuda, de apoio e de escuta.

Nenhum comentário: