sexta-feira, 17 de junho de 2011

- emoção inesperada.




Você é uma emoção inesperada. Um sonho indescritível.
É a sensação mais delicada, profunda e ao mesmo tempo tão simples.
Eu agradeço aos céus pela alegria pura que você tem me dado.
E como uma chuva fértil que cai em gotas pequenas para regar uma vida que estava se acabando e que se ficássemos parados, ela se acabaria.

E voando por longos trechos com os olhos fechados, mergulhando como se fossemos anjos.
E como dois amantes felizes, nos perdendo na profundidade da alma.
E essa música, assim como tantas outras passaria batida, mas aqui cada palavra veio do coração e não são em vão.

Agradeço aos céus e ao acaso daquele dia você me conheceu.
Como um terreno fértil com chuva quente cai para sustentar uma vida já floresceu com os raios do teu sol. Portanto, leve-me na luz do teu sol.

Me afeta.
Me surpreenda.
Me acenda como um combustível pro meu sistema.
Me abraça.
Me leva.


E que se esta noite fosse a primeira vez que eu te encontrasse,
tenho certeza que eu te amaria subitamente do mesmo jeito.
(Raf - un'emozione inaspettata)

2 comentários:

Fabi Anselmo disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Fabi Anselmo disse...

Ai, que doçura de amor!
Você usou muito bem a palavra 'afetada' adorei, querida!

Que este amor floresça e floresça e floresça numa eterna primavera!