segunda-feira, 19 de setembro de 2005

- é pra você mesmo, seu idiota;

ei, você, que nos últimos 4 anos nunca me escutou, presta atenção numa coisa: você é egoísta demais pra pensar que alguém pode sofrer por você, porque na verdade você não tá nem aí pra ninguém(além de você mesmo, claro).
você nunca acha que esse seu jeito de excluir as pessoas que tem amam da tua vida não machuca, mas presta atenção, isso mata, sabia? dói. destrói. eu sei bem como é.
não sei se você já percebeu, mas as pessoas se machucam, as pessoas choram e diferente de você, existem pessoas sinceras e capazes de amar. dá pra acreditar? chocante né?!
mas um dia, talvez tarde demais para mudar o que você fez, quando você estiver sozinho e sentir uma pontada de solidão(ou saudade) no coração; ou sentir como se a sua vida fosse um entardecer cinza e nublado, quando você olhar pela janela e não ver "vida", não ver um "futuro", aí sim você vai entender o que é se sentir sozinho. e vai ver como você foi estúpido e egoísta.
é deplorável, meu querido.
e você sabe que eu não tô falando por mim, 'cause you know honey eu tenho uma capacidade incrível de abafar qualquer tipo de manifestação de sentimento por pessoas como você, que merecem pouco mais do que meu mínimo de respeito.
mas repare, tá acontecendo de novo. será que o problema está em você? ou está nas outras pessoas, que por sinal, são bem distintas?
daí quando você acordar e ver o que se passa, me avise, só pra eu me gabar mais por ter sempre razão em relação a você. ;)
e mais uma coisa: escuta quem te ama(que não sou eu), ela pode ter razão.

Nenhum comentário: